sexta-feira, 24 de setembro de 2010

E a cada dia...

Sinto-me mais finda, menos viva, mais sobrevivente.
Mas tenha calma, coração. O descanso que queres, logo, logo virá.
Porque um dia já não sentirei mais a dor por sentí-la tanto.

Por: Ana Paula Morais



Um comentário:

Um beijo pelos dedos que aqui escrevem, um Queijo pelo suspiro aqui postado.