quinta-feira, 21 de outubro de 2010

E quando...

tocares o silêncio irás perceber, que avançamos antes de caminhar, caminhamos sem ter onde pisar, e ficamos parados, inertes, já sem sombra. É preciso descobrir que coisas mil vezes dita não se aplica. As coisas são ideias, luzes, retratos. De tanto dizer, não mais ouvimos, e as vezes é só preciso educar para ouvir, sentir para viver. Esquecer para lembrar.
  

Por: Ana Paula Morais


Levemos a vida devagar...
pra não faltar amor.

Um comentário:

Um beijo pelos dedos que aqui escrevem, um Queijo pelo suspiro aqui postado.