quinta-feira, 24 de março de 2011

bem mais leve

quando a gente não fala,
quando a gente não quer,
quando a gente não deve,
quando a gente não vê,
quando a gente não acha,
quando a gente não perde,
quando a gente não procura,
quando a gente não esclarece,
quando a gente não esquece,
quando a gente não se mexe,
quando a gente não sofre,
quando a gente não inventa,
quando a gente não aparece,
quando a gente não escuta,
quando a gente não desgasta,
quando a gente não se mata,
quando a gente não chora,
quando a gente não engasga,
quando a gente não ouve,
quando a gente não se molha,
quando a gente não maltrata,
quando a gente não nasce.
Mas acontece que a gente é gente.


Por: Ana Paula Morais

3 comentários:

  1. Oi amada depois me passa seu email, que acessa o blog, pois eu fechei o meu somente para leitores convidado devido a pessoas sem escrupulos e nenhuma criatividade, ai me passa que te dou acesso ao meu blog bjus

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. mas a gente é agente.
    e agente faz e desfaz e refaz;
    e tropeça e levanta e fere e cura.
    é um êxtase ser agente da gente.
    é a luz colorindo a brancura.


    êlaiá,
    inspirações e expirações
    e aspirações a pirações.

    ResponderExcluir

Um beijo pelos dedos que aqui escrevem, um Queijo pelo suspiro aqui postado.