terça-feira, 29 de março de 2011

O bem seria bom senão fosse...

O bem seria bom senão fosse cruel. Quantas vezes não ouvimos "Eu gosto de você, mas é melhor nos separarmos para o seu bem, para o nosso bem". Qual o real sentido em se falar e expressar tal contradição? E é verdade quando analisamos as possibilidades, os relacionamentos que temos, tivemos ou desenvolvemos com carinho e cuidado. As nossas relações pessoais estão carregadas de dúvidas, medos, provações, que acabam fazendo mais mal do que bem, no final. A gente recua, amedronta-se pelo medo do inesperado, da felicidade, do sentimento conquistado e quando finalmente queremos nos entregar, outrem nos privam, por quaisquer que sejam os motivos. E até que se tem razão. Mas onde está a razão se o mal do outro é para o bem? Não vejo sentido nisso. Porque é isso que digo e repito:  

O bem seria bom senão fosse cruel

Por: Ana Paula Morais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um beijo pelos dedos que aqui escrevem, um Queijo pelo suspiro aqui postado.