segunda-feira, 2 de julho de 2012

"Um nome pra o que sou? Importa muito pouco. Importa o que eu gostaria de ser. Não, não sou russa. Eu sou brasileira. Muitas pessoas pensam que eu falo dessa maneira por conta de um sotaque russo, mas é que eu tenho a língua presa. Há possibilidade de cortar, mas meu médico disse que dói muito."

Lispector 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um beijo pelos dedos que aqui escrevem, um Queijo pelo suspiro aqui postado.